João Azevêdo bate o martelo e anuncia Wilson Filho como titular da secretaria de Educação

O governador João Azevêdo anunciou, nesta quarta-feira (12), o nome do deputado estadual Wilson Filho como novo secretário de Estado da Educação da Paraíba e do ex-reitor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), José Edilson de Amorim, como secretário Executivo da Gestão Pedagógica. Os atos com as nomeações serão publicados na edição desta quinta-feira (13) do Diário Oficial do Estado (DOE).

Novo secretário de Educação, Wilson Filho é advogado e mestre em Administração Pública pelo Instituto de Direito Público (IDP), em Brasília. O deputado estadual já exerceu o mandato de deputado federal, oportunidade em que foi presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Magistério e da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Professores. Ele também foi membro da Comissão de Educação, relator do Novo Ensino Médio Nacional, sendo a matéria aprovada no Congresso Nacional. Por essa atuação, Wilson Filho recebeu a maior honraria da educação brasileira, a Medalha de Grã-Mestre da Ordem Nacional do Mérito Educativo, concedida pela Presidência da República.

Wilson também foi membro de diversas Comissões Especiais sobre a área, dentre elas a Comissão Especial sobre o PL 7420/06 – Lei de Responsabilidade Educacional; a Comissão Especial sobre a PEC 395/14 – Gratuidade do ensino público; a Comissão Especial sobre a PEC 015/15 – que torna permanente o Fundeb; e a Comissão Especial sobre o PL 6840/13 – Jornada integral no Ensino Médio.

O novo secretário Executivo da Gestão Pedagógica, José Edilson de Amorim, é graduado, mestre e doutor em Letras. Foi reitor e vice-reitor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). É professor titular na Unidade Acadêmica de Letras do Centro de Humanidades da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Além de desenvolver atividades docentes na graduação, como professor de Literatura Brasileira e de Teoria Literária, atua no Programa de Pós-Graduação em Letras da UFPB, no Mestrado em Linguagem e Ensino da UFCG. Ele também foi chefe do Departamento de Letras, vice-diretor e diretor do Centro de Humanidades.

PB Agora