Policial penal é preso após matar esposa, cunhada e atacar policias em João Pessoa

Um trágico crime ocorreu na comunidade do bairro João Paulo II, em João Pessoa, na tarde deste domingo (2), quando um homem, supostamente em surto, matou a própria esposa e a cunhada.

De acordo com as primeiras informações, o autor dos disparos é Osmany Moraes, de 60 anos, policial penal e ex-candidato a deputado estadual pelo partido Solidariedade nas eleições de 2022.

Militares do 5° Batalhão foram acionados para uma ocorrência de violência doméstica. No entanto, ao chegarem na casa, foram recebidos por tiros disparados por Osmany Moraes. Na sequência, ele atirou contra a esposa, Maria Lúcia, e a cunhada, Maria do Socorro, que morreram no local.

O genro do suspeito, mesmo assustado com os tiros, conseguiu desarmá-lo e dar uma coronhada na cabeça de Osmany Moraes. O suspeito foi então conduzido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, onde está sob custódia. O estado de saúde dele não foi divulgado.

Uma equipe de perícia da Polícia Civil foi acionada e está realizando os primeiros levantamentos sobre o crime.

PB Agora