Pescadores do RN passam mais de 24 horas à deriva em alto mar após jangada virar

Dois pescadores passaram mais de 24 horas à deriva, em alto-mar, sem água e sem comida, após a jangada deles virar. O caso aconteceu no fim de semana no litoral da região Oeste potiguar.

Os homens conseguiram retornar para casa, na praia de Morro Pintado, em Areia Branca, na tarde deste domingo (4).

De acordo com familiares, os dois saíram para pescar na madrugada de sábado (3), em uma jangada à vela, como faziam de costume.

Segundo o relato dos pescadores, o mar estava agitado e o vento muito forte, condições que fizeram a jangada virar. Eles perderam tudo que havia na embarcação, como água e comida. Por causa da força da água e do vento, os pescadores não conseguiram desvirar o barco.

Eles foram arrastados até um trecho em alto-mar, que segundo os pescadores, fica já no estado do Ceará. Eles passaram a noite em cima da embarcação e somente na manhã de domingo, quando o mar estava mais calmo, conseguiram desvirar o barco.

Utilizando um pedaço de tábua que estava presa à embarcação, os pescadores fizeram uma espécie de remo e conseguiram retornar à praia de Morro Pintado.

Familiares e amigos já estavam no local esperando notícias, quando viram a embarcação chegando. Moradores registraram em vídeo o momento em que eles chegam a praia e são recebidos com festa pelos moradores da cidade. Os pescadores não ficaram feridos.

G1