Briga termina com quatro pessoas feridas a faca no interior do RN

Uma briga registrada no centro do município de Florânia, na região Central potiguar, acabou com quatro pessoas esfaqueadas, na tarde do último sábado (15). Um homem foi preso e deverá responder por tentativa de homicídio, segundo a polícia.

O caso foi confirmado pela Polícia Militar ao g1 nesta segunda-feira (17) e aconteceu durante uma feirinha de trabalhadores rurais.

Ainda de acordo com a corporação, três das quatro pessoas pertenceriam à mesma família, mas a relação de parentesco entre os homens não foi informada.

A PM do município informou que foi acionada ao local no início da tarde, para atender a uma ocorrência de briga de facas, porém, quando chegou, os feridos já tinham sido levados ao hospital.

Na unidade de saúde, um dos homens feridos afirmou aos policiais que o suspeito principal chegou ao local afirmando que mataria um dos homens que estava lá. Ele chegou a desferir golpes na vítima, porém a testemunha tentou proteger o homem agredido, tomou a frente e também foi atingida com uma facada no peito e outra na mão.

O depoente ainda afirmou aos policiais que encontrou uma faca, em cima de uma mesa, e também esfaqueou o suspeito, na tentativa de se defender e também proteger a outra vítima.

Segundo a polícia, a vítima que era alvo principal do agressor foi encontrada desorientada e com vários ferimentos na unidade hospitalar e, por isso, não prestou depoimento. Testemunhas disseram à polícia que os homens são familiares e tinham uma rixa antiga.

O quarto envolvido na confusão foi um homem que relatou à polícia que não era da família dos demais e não tinha relação com a briga, mas foi ferido com uma facada acidental na perna.

Já o suspeito principal disse aos policiais que estava bebendo no local, quando foi agredido, e teria usado a faca para se defender. Apesar disso, por causa do relato das outras testemunhas, ele ficou detido.

Segundo a PM, o delegado de plantão determinou a prisão do homem por tentativa de duplo homicídio.

As duas vítimas com ferimentos mais graves foram encaminhadas para Currais Novos para fazer exames, mas foram liberadas após atendimento, ainda de acordo com a PM.

G1 RN